A mais nova queridinha do pedaço

Por  |  0 Comments

Texto Natália Souza

A sua festa de 15 anos pode ser inesquecível se colocada nas mãos certas. A cerimonialista Lela está há anos nesse ramo e explica tudinho para você.

“A debutante moderna é aquela decidida, que sabe o que quer e tem compromisso com a felicidade” Lela

 Na hora de começar os preparativos da tão sonhada festa de 15 anos ela é considerada a #bff das debutantes, afinal, é sinônimo de sucesso em tudo que faz. Acostumada a gerir casamentos e grandes produções, Gabriela Carvalho Dias, mais conhecida como Lela, aproveita seu know-how para tornar cada evento simplesmente inesquecível. E essa preferência tem lá suas justificativas, já que a cerimonialista se identifica com as mães e tem a característica principal de ser superantenada. “Acho que elas me escolhem talvez por ter um perfil mais jovem, eu me identifico com elas e elas comigo. Também tenho a mesma idade das mães das debutantes e isso é, sem dúvida, essencial para criar uma relação profissional e pessoal bem direta. Sem contar que hoje muitos pais são separados e, acabo tendo que conversar sobre o evento com as duas partes. Dessa maneira, conquisto a confiança de ambos e isso se reflete na filha”, enfatiza.

Em um bate-papo descontraído, Lela ainda fala sobre o que está em alta e em baixa nos debutes. “As festas de 15 anos mudaram radicalmente nos últimos anos. Aquele modelo antigo de cerimonial com texto longo, locutor e homenagens deu lugar a uma grande balada. A decoração é temática, a música eletrônica é o som preferido da geração e as debutantes sonham estar lindas com seus vestidos. Além disso, surgiu também o “save the date” em vídeo, que às vezes é uma grande produção, mas ao mesmo tempo funciona muito mais como um “esquenta” para o evento. A tradicional valsa foi substituída pela dança coreografada, de uma música mais pop, que sempre termina com a invasão das melhores amigas, normalmente usando vestidos da mesma cor para um abraço coletivo e muito festejado. A palavra de ordem é felicidade, ressalta.

Como novidade, Lela desenvolveu um sistema de controle total da festa que é exclusivo de sua empresa. Nesse sistema, os pais ficam cientes de todos os passos dados pela cerimonialista, incluindo lista de convidados, fornecedores, pagamentos e tudo o mais o que envolve um evento. “Isso gera uma tranquilidade e segurança que provavelmente o cliente não vai encontrar em outro cerimonial”, conclui.

Mas diga aí, o papo está superinteressante, não? Além dessas dicas, confira outras mais imperdíveis que preparamos no ping-pong a seguir!

festa-15-anos

IF 15 – Existe um segredo para que a organização de um debute seja impecável?

Lela – Não existe segredo, existe um trabalho sério com muita atenção aos detalhes. Eu trabalho com sonhos e por isso não posso falhar.

O que não pode faltar em um debute?

O centro de tudo em uma festa de 15 anos é a pista de dança, com luz espetacular, som de ótima qualidade, go-go boys/girls, show com algum MC, banda de música eletrônica da moda, saxofonista, grupo de percussão, anões, cabine de fotografias, robô de Led, sandálias, enfim… vale tudo para deixar a pista sempre bombando! Vamos até o limite da imaginação e do orçamento. Outra dica importante: na hora de escolher o DJ também é importante avaliar o seu perfil, até porque ele tem que entender e gostar desse público para selecionar o que gostam de ouvir.

Como lidar com os penetras e bebidas alcoólicas nas festas?

Quando a aniversariante é popular ou quando a festa desperta desejo os penetras sempre aparecem. Mas, nada que uma lista rígida e bem feita não resolva. O convite deve ser pessoal e intransferível. Pulseiras personalizadas e cartões magnéticos também ajudam no controle da portaria. Com relação à bebida alcoólica, em festas com mais de 250 convidados é preciso uma ambulância com UTI móvel, isso é lei. Eu não vejo problema em servir bebida alcoólica para adolescentes desde que esteja “batizada” com água e seja distribuída de forma controlada.

Quais dicas daria para quem está começando os preparativos de um debute?

Um evento começa pela lista de convidados e a contratação de um cerimonial. A partir daí é sugerido as opções de local e fornecedores que estejam dentro do orçamento do cliente.

Nas festas teen qual tipo de bufê é mais indicado e por quê?

Eu gosto de separar a festa em duas. Uma pensando na família e nos convidados mais velhos e a outra pensando na garotada. A família gosta de sentar, de olhar e ser bem servida. Já os adolescentes querem mesmo é dançar e se divertir. Eles quase não param para comer mas adoram comida japonesa e “junk food”. Quanto mais cachorro-quente, minicheeseburger, batata frita, bolinha de queijo, milk-shake e tudo o mais nessa linha tiver, mais eles vão gostar!

Até que ponto a troca de inúmeros vestidos pode atrapalhar ou não no timing da festa?

Eu acho que dois vestidos é um número suficiente, mas já fiz diversas festas com aniversariante usando três vestidos e fazendo duas trocas, por exemplo. Ideal é que a aniversariante se ausente da festa de maneira discreta para fazer isso, sempre antecedendo algo impactante.

Deixe um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *